Você sabe como são feitas as piscinas de concreto armado?

Entre os métodos construtivos disponíveis para piscinas, o concreto armado se destaca por oferecer elevada resistência mecânica, durabilidade e baixo custo de manutenção. Outra característica associada a essa tecnologia é a versatilidade, permitindo o desenvolvimento de piscinas em qualquer tamanho e formato, com diferentes tipos de revestimento.

Contudo, em comparação a outros métodos, como alvenaria, fibra de vidro e vinil, o concreto armado é mais oneroso e, também, demorado. Isso faz com que seja utilizado principalmente em piscinas de grande porte e em condomínios que possuem grande fluxo de utilização.

A piscina de concreto armado se caracteriza por ter laje e paredes formando uma caixa monolítica capaz de resistir às movimentações de terra.

O trabalho deve incluir desde medidas e especificação de materiais até a paginação do revestimento e detalhes construtivos. Também é fundamental a compatibilização dessas informações com os projetos de estrutura, de formas e escoramentos, arquitetura, instalações, paisagismo e impermeabilização.

Para a armação de piscinas de concreto são muito usuais as telas soldadas, produzidas com aços de alta resistência. Durante a execução, é altamente recomendável a inserção de espaçadores para garantir o cobrimento ideal de concreto indicado pelo projeto estrutural.